terça-feira, 9 de setembro de 2008

VOZES DA ALMA . V - I (P. 5)


FLORES DO ASTRAL

Vou caminhando por este jardim,
Que é a maravilha do universo.
Cada vegetal simboliza um poema,
Em cada rosa lê-se um verso.

O orvalho que cai nas folhagens,
Emitem notas musicais.
Deixando maravilhado o ser,
Que respeita as leis naturais.

Ex toureiros e outros espíritos,
Visitam o parque diariamente.
O que aqui se vê na verdade,
É um repouso para mente.

Na verdade é necessário,
Um alto grau de espiritualização.
Para estar em harmonia,
Com a paz desta Legião.

Cada espécie de flor orvalhada,
Emite uma música diferente.
É um forte lenitivo,
Sensibiliza o espírito presente.

Por todo lado do Parque,
A pessoas passeando.
Há casais de braços entrelaçados,
Ao sabor do luar conversando.

Estou sentado sobre a raiz,
De uma árvore frondosa.
Pedindo ao criador que conserve,
Esta paisagem maravilhosa.






Poesia extraida do Livro Vozes da Alma.
Autoria: Leon Diniz.
Reg. de Direitos Autorais nº 322.435.
Livro 590.Folha: 95 .
Fundação Bibliotéca Nacional. Ano 2004.

Um comentário:

sú guedes disse...

Querido Primo
Boa Tarde!
Estou adorando passar por aqui e ler suas poesias. São lindas.
Parabéns.
Que DEUS o abençõe sempre.
Beijos