sábado, 18 de outubro de 2008

NADA EXISTE POR ACASO

LINCOLN VOLTOU COMO KENNEDY Se você acha que encontrar um conhecido num restaurante, num mercado, na rua é coincidência. Se você acha que ninguém aqui neste mundo ou ninguém lá do mundo em que você vivia antes de reencarnar aqui na Terra tem nada a ver com sua vida. Ou então que você faz da sua vida o que bem quer sem aceitar ajuda de esposa, filhos, amigos e irmãos, então veja isto...
Abraham Lincoln foi eleito para o Congresso em 1846. >John F. Kennedy foi eleito para o Congresso em 1946. >Abraham Lincoln foi eleito presidente em 1860. >John F. Kennedy foi eleito presidente em 1960. >Os nomes Lincoln e Kennedy têm sete letras. >Ambos estavam conprometidos na defesa dos direitos civis. >As esposas de ambos perderam filhos enquanto viviam na Casa Branca. >Ambos os presidentes foram baleados numa sexta-feira. >A secretária de Lincoln chamava-se Kennedy. >A secretária de Kennedy chamava-se Lincoln. >Ambos os presidentes foram assassinados por sulistas. >Ambos os presidentes foram sucedidos por sulistas. >Ambos os sucessores chamavam-se Johnson. >Andrew Johnson, que sucedeu a Lincoln, nasceu em 1808. >Lyndon Johnson, que sucedeu a Kennedy, nasceu em 1908. >John Wilkes Booth, que assassinou Lincoln, nasceu em 1839. >Lee Harvey Oswald, que assassinou Kennedy, nasceu em 1939. >Ambos os assassinos eram conhecidos pelos seus três nomes. >Os nomes de ambos os assassinos têm quinze letras. >Booth saiu correndo de um teatro e foi apanhado num depósito. >Oswald saiu correndo de um depósito e foi apanhado num teatro. >Booth e Oswald foram assassinados antes de seu julgamento. >Uma semana antes de Lincoln ser morte ele estava em Monroe, Maryland. >Uma semana antes de Kennedy ser morto ele estava em Monroe, Marilyn. >Lincoln foi morto na sala Ford, do teatro Kennedy...
>Kennedy foi morto num carro Ford, modelo Lincoln...

Você pode até não se importar com quem você foi na outra vida. Mas a vida atual é o maior tesouro que Deus te deu. Viva sendo digno desta oportunidade divina dizendo não aos maus hábitos, e vícios que te mergulha na escuridão e na ignorância.

VOZES DA ALMA - V.I ( P.10 )

NATIVIDADE

Eu sentia o mundo cor de rosa,
No alvorecer da minha infância de criança.
Enquanto eu aguardava a reencarnação,
Eu vivia no Parque da Boa Esperança.

No decorrer de alguns anos,
Vi reduzida minha matéria psicossomática.
Só nos períodos de profundas adaptações,
É que a metamorfose parecia estática.

Em breve eu retornaria a Espanha,
Renasceria na Madrí de antigas ilusões.
Não como toureiro pois os erros do passado,
Exigiam da minha parte profundas reparações.

Fui informado que reencontraria a morena,
Cujo meigo olhar jamais me faltou o brilho.
Como recompensa por suas desventuras,
Seria minha mãe, e eu seu muito amado filho.

Mamãe seria meu grande baluarte,
Ensinado-me cedo o amor pela natureza.
Sensibilizando-me a alma para a magia da criação,
Defendendo os animais com alma e destreza.

Minha juventude promete ser muito agitada,
Serei um pioneiro na defesa da Ecologia.
Combaterei a caça e a pesca indiscriminada,
Mergulharei fundo nos problemas da Zoologia.

O ambiente das arenas não mais me fascinarão,
Os touros terão em mim um implacável aliado.
Pois na defesa dos meus sagrados objetivos,
Nada irá me fazer ficar calado.

Te prepares mamãe para o sublime reencontro,
Distante da vaidade que corrompe e seduz.
Um Sol maior despontará em sua vida,
Embalando nos braços o filho que dará à luz.



Poesia extraida do Livro Vozes da Alma.
Autoria: Leon Diniz.
Reg. de Direitos Autorais nº322.435.
Livro 590.Folha: 95 .
Fundação Bibliotéca Nacional. Ano 2004.

NUMEROLOGIA

NÚMERO 5 (CINCO)

O número 5 (Cinco) é um número bastante festejado pelas pessoas que descobrem estar sobre sua proteção. Aqueles que tem esta numeração no nome ou na data natal, é bastante favorecido pelo evento sorte, por isso trata-se de uma pessoa bem afortunada. Quem tem o número cinco costuma ter uma excelente visão das oportunidades quando ela se aproxima. Tem muita sorte nos jogos e loteria, não perdendo facilmente uma aposta. São pessoas alegres e intuitivas e raramente fazem um projeto de ganho de dinheiro vir a ser mal sucedido.

MEU LIVRO NA WEB

Cont.

A CÂMARA DE PRATA


Fantástico! Atravessamos, a porta que também se constituía num enorme bloco de granito impossível de ser removido por mãos humanas sem maquinários, pois a mesma estava entalada nas paredes do corredor, e a um toque das mãos do guia em um dos cantos da porta, foi como se nós tivéssemos sido sugados pelo seu interior até cairmos no chão do outro lado.

O guia não se estatelara no chão e assim aguardava em pé até que nós nos recompuséssemos, para então prosseguirmos na caminhada através de um corredor úmido. Perdi a noção do tempo, se é que tive alguma noção do mesmo desde que se iniciou àquela viagem fantástica. Chegamos ao termino do corredor que parecia infinito, havia um lago profundo, fruto de uma correnteza subterrânea, era necessário atravessá-lo pois estávamos do lado oposto da Câmara de Prata, ela era assim chamada, porque suas paredes emitiam um intenso brilho, cor prata, e esta ficava na outra margem do lago.

Recebemos ordem do guia para abrirmos nossa mochila e trocarmos de roupa para fazermos a travessia, porém minha surpresa só estava começando, ao abrir a bagagem não encontrei minhas roupas, o que acabei retirando da mochila foi um traje semelhante a um macacão todo prateado que me cobria dos pés até o pescoço, ele se fechava pela frente, não tinha zíper e nem botão, era uma espécie de tecido aderente que se fechava de forma justa no corpo, fazendo com que eu e o Coronel nos movêssemos com lentidão como se fossemos robôs, o mesmo não acontecia com nosso guia que se movia com impressionante agilidade dentro daquele uniforme.

O guia nos tranqüilizou dizendo, - em poucos instantes vocês vão se adaptar ao traje que vai estar em perfeita sintonia com a temperatura do corpo e da energia fluídica de cada um de vocês. - Agora ambos irão compreender, porque a escolha para esta viagem não poderia recair sobre qualquer mortal indiscriminadamente, pois um indivíduo sem as qualificações de vocês, ficaria prostrado no mesmo lugar, imóvel como chumbo. Assim falando, bastou um toque do dedo indicador do guia na correnteza, e dizendo algumas palavras, cujo significado não compreendi, no mesmo instante a água se acalmou e abriu-se ao meio, deixando um solo úmido e arenoso, mas firme para que pudéssemos chegar em segurança até o outro lado, naquele momento lembrei-me da travessia do mar vermelho feita por Moises e seu povo cativo do Egito, conforme relata o livro do “Êxodo”. Novamente não me deixaram fazer pergunta alguma, e logo eu que já estava com uma coceira danada na língua, ter que ficar calado diante de um feito daquela envergadura, haja disciplina!

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

VOZES DA ALMA - V.I ( P.9 )

REENCARNAÇÃO

Ao deixar meu corpo físico,
Numa arena no planeta Terra.
Fui para um tribunal no astral,
Segui vaidoso como um herói de guerra.

Muitos touros eu fiz beijar o chão,
Antes que um deles me tombasse.
Tinha pretensões de reencarnar e Madrí,
Era preciso que um tribunal me julgasse.

Atravessei um jardim ensolarado,
Adiante encontrei o toureiro Juanito.
Que deixou a Terra antes de mim,
Seriamos julgados pelo mesmo delito.

Diante de numerosa platéia,
Sentamos no banco de réu.
Enquanto Juizes exibiam em telas,
Cada crime que parecesse mais cruel.

Percebi que os filmes exibidos,
Eram nossas projeções mentais.
Que saiam como luz do cérebro,
Indo compor todos aqueles materiais.

Juanito correu para fora,
Tomado de forte emoção.
Tudo indicava nele um despreparo,
Para enfrentar a reencarnação.

Tentei mudar as imagens transmitidas,
Ao me ver assassinando um touro.
Mas daí a pouco eu já me achava,
Embriagado por vícios e ouro.

Após o julgamento veio a sentença,
Que eu não esperava jamais.
Renasceria pobre para ser no futuro,
Líder da Associação de Defesa dos Animais.

Poesia extraida do Livro Vozes da Alma.
Autoria: Leon Diniz.
Reg. de Direitos Autorais nº 322.435.
Livro 590.Folha: 95 .
Fundação Bibliotéca Nacional. Ano 2004.

terça-feira, 14 de outubro de 2008

O CANTINHO DA UFOLOGIA

O ET DE VARGINHA
ET de Varginha, o nome parece engraçado, mas quem passou pelo evento na cidade que deu o nome ao fato insólito não deve ter achado graça alguma. Principalmente porque a cidade virou notícia no mundo inteiro, não só em razão do aparecimento das tais criaturas do espaço, mas porque ninguém conseguiu até hoje explicações plausíveis para a morte do soldado Marco Ely Cherezzer que de acordo com os comentários correntes na cidade, ele foi o homem que após haver prendido uma das entidade biológica numa rede, agarrou-a em seguida com as mão e saiu com a criatura em baixo dos braços para deposita-la no caminhão que supostamente a levaria para a UNICAMP.
Este soldado morreu dias depois de devido a uma infecção generalizada que teria tido início na parte inferior do braço sob o qual ele carregou a tal criatura. A imprensa conseguiu relatos de sitiantes da região que contam terem visto horas antes do aparecimento dos ETs, uma nave do tamanho de um onibus que desceu vertiginosamente sobre os campos da cidade provocando um estrondo que inquietou todos os animais do local.
E para que não fique apenas no relato das meninas que viram em primeira mão os supostos viajantes do espaço. Na noite seguinte à da aparição, uma senhora estava comemorando com parentes e amigos seu aniversário no restaurante do Jardim Zoológico do local, quando saiu na varanda para fumar e tomou um susto ao ver uma entidade biológica semelhante à que apareceu para as meninas, olhando fixamente para ela. Após o susto o ET desapareceu na escuridão. Dias depois alguns animais do Zoológico tiveram morte misteriosa, abatidos por algum tipo de infecção até hoje sem um diagnóstico veterinário preciso.

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

NUMEROLOGIA

O NÚMERO QUATRO
O número 4 (Quatro) Talvez seja aquele que mereça um capitulo à parte, todo especial só para falar sobre ele e sua origem. Trata-se de um número cabalístico cercado de uma forte egregora. Quem o tem como número natal ou correspondente do nome deve cultua-lo e tirar dele todo proveito possível até em benefício próprio, mas sua energia deve ser explorada para o bem, nunca para o mal, pois ele pode voltar-se contra a pessoa que der um destino negativo a ele.
Os povos mais místicos do Planeta procuram fugir deste número. Não o colocam em faixada das casas, assim como não colocam qualquer número cujo somarítimo vá terminar nele como por exemplo o número l3, 22, 31, 49, 58, 67, etc.
No Oriente Médio, e Alguns países da Ásia como Índia e China, e até em alguns países Europeus os edifícios saltam do 3º andar para o 5º andar, assim como saltam do 12° andar para 14° Tudo isso para fugir da mística do número 4 ou do 13 que é a sua soma.
Alguns leitores desta matéria há de se lembrar da aventura trágica da Apollo 13, que foi ao espaço no dia 13, as 13 horas. Sendo que o terceiro astronauta contraiu uma rubéola e foi substituído por um quarto astronauta que era o reserva e não tinha mais nenhuma expectativa de viajar naquele vôo. Horas depois da decolagem houve-se uma explosão, uma pane elétrica e a nave que deveria levar sua tripulação para um pouso tranquilo na Lua quase deixam seus cosmonautas irremediavelmente perdidos no espaço.
E para completar o nosso estudo a respeito do número quatro, quero lembrar que Jesus de Nazaré tinha um grupo composto de 11 homens, com ele contava-se doze, até que surgiu o l3º que não era pescador e nem galileu como a maioria dos apóstolos. Seu nome era Judas o Scariotes, um jovem escriba, da cidade de Scarias, e o restante da saga destes treze homens o mundo conhece fartamente.

VOZES DA ALMA - V.I ( P.8 )

LUZ DE NAZARÉ

Rompendo a cortina do astral,
Voei como um passarinho.
Voltei a rever os amigos,
Que deixei no antigo ninho.

A Terra olhada do céu,
É como gaiola azulada.
Que prende um povo aflito,
Saudoso da esfera amada.

Pouso no solo da Lua,
Solitário observo o Brasil.
Imponente triângulo divino,
Coração de povos mil.

Reis tornaram-se súditos,
Do mestre crucificado.
A filosofia cristã,
Foi a lei de muitos reinados.

Esta gente esqueceu o amor,
Eu vim lhes mostrar como é.
Que se encontra o amor verdadeiro,
Em Jesus de Nazaré.



Poesia extraida do Livro Vozes da Alma.
Autoria: Leon Diniz.
Reg. de Direitos Autorais nº 322.435.
Livro 590.Folha: 95 .
Fundação Bibliotéca Nacional. Ano 2004.

VOZES DA ALMA- V. I (P 7)

O ESPELHO

Hoje saí em lenta caminhada,
Objetivando conhecer o pomar.
Daquela bela morada celeste,
Que eu acabava de chegar.

Avisaram-me ser este pomar,
O espelho da minha última existência.
E que eu deveria visitá-lo,
E avaliar suas conseqüências.

Fui aproximando-me cautelosamente,
Estava um tanto ressabiado.
Pois se desvendar o futuro já assusta,
Imaginem exteriorizar fatos passados.

As flores simbolizavam a caridade,
Que pratiquei com esmero e carinho.
Mas o bem que deixei de fazer,
Acenava-me em forma de espinho.

Os frutos maduros representavam,
Os semelhantes à quem me dediquei.
Enquanto que os verdes simplesmente,
Foram sinceras amizades que renunciei.

As águas plácidas do lago,
Ao toque do vento perdiam a calma.
Em tempos de crise era mesmo assim,
Que ficava no íntimo a minha alma.

As revelações me surpreendiam,
E eu que me julgava um ser equilibrado.
Via minhas fraquezas jorrarem a cântaros,
Com todos os detalhes ali relembrados.

Entre surpreso e encantado,
Eu nem sabia o que falar.
Porque a verdade deste livro da vida,
Eu não tinha meios de apagar.


Poesia extraida do Livro Vozes da Alma.
Autoria: Leon Diniz.
Reg. de Direitos Autorais nº 322.435.
Livro 590. Folha: 95.
Fundação Bibliotéca Nacional. Ano 2004.

MEU LIVRO NA WEB

cont. A GRANDE PIRÂMIDE


Descemos por uma escadaria muito inclinada, até atingirmos um corredor longo que nos levou a uma espécie de câmara sem qualquer tipo de conforto, mas suas paredes emitiam um brilho capaz de permitir encontrar uma agulha no chão.

Logo mais o guia avisava: – “chegamos, vocês estão dentro da Câmara Subterrânea também conhecida por Fosso, Câmara do Caos ou do Abismo da Grande Pirâmide, O nosso destino é a Câmara de Prata onde nenhum mortal, a não ser vocês jamais estiveram”.

Notei a presença de mais duas portas de pedras, fiz menção de perguntar, mas o nosso guia, como que adivinhando meus pensamentos, se antecipou dizendo: – “Boa pergunta Leon, vê-se logo que você é pupilo atento aos detalhes, por isso afirmo que, a porta em frente, tem um gigantesco bloco de granito que impede a passagem que conduz ao corredor ascendente e leva à saída da Grande Pirâmide. Assim, como ao estreito caminho que conduz a Gruta, a seguir, à Câmara da Rainha e também para a Grande Galeria que se comunica com a Câmara do Rei. Porém, o que nos importa, é aquela segunda porta que leva a um longo e frio corredor e termina em uma galeria em baixo do rio Nilo. Hoje, é para lá que vamos, estamos em busca de revelações extraordinárias sobre a Gênese da humanidade e a vocês caberá a importante missão de difundi-las pelo mundo.























As linhas que demarcam as fronteiras do Egito faz dele o único país do mundo a ter seus contornos semelhante ao da Grande Pirâmide. Tendo sua base voltada para o mar Vermelho e mar Mediterrâneo.

MEU LIVRO NA WEB

A GRANDE PIRÂMIDE

Acordei tempos depois, senti um cutucão, era o Coronel Rolim me acordando: – “vamos, chegamos”, dizia ele. – “No aeroporto de Cumbica?” Indaguei: – “Não, nós estamos no Egito, em Gisé, la está a Grande Pirâmide de Quéops, desça e não faça perguntas sobre a viagem, pois agora não temos tempo a perder, depois falaremos sobre isso, converse só comigo, não se dirija a mais ninguém, não tente falar com qualquer pessoa que venha encontrar a menos que eu autorize”. Saí do veículo e o vi sumir, deslizando silenciosamente na escuridão sem emitir ruído de motor, - pensei com meus botões, carro zero e importado é outra coisa, não tive tempo de observa-lo direito, e por mais que me esforçasse não conseguia lembrar sua marca ou formato.

Sentei numa pedra ao lado do meu velho amigo, fazia muito frio e eu quase encolhido observava em silêncio, na escuridão, o vulto majestoso e milenar do incrível monumento de pedra. O Tempo foi passando, finalmente alguém se aproximou puxando pelas mãos três camelos. Ele parou diante de nós dizendo: - “doravante este será o nosso meio de transporte”. Quando ele terminou de falar, observei melhor e pude reconhecê-lo, era o senhor. Araken Natan Osires da Luz, o mesmo que dias antes da viagem foi a minha casa, porém não dando tempo para perguntas foi se apresentando: – “Sou Araken Natan, um modesto guia de caravanas, e acho que já nos conhecemos, não?” – “Doravante seguiremos juntos, entretanto quando vocês forem a Belém certamente irão reencontrar o veículo que usaram para chegar aqui e terão a oportunidade de conhecer o seu ilustre condutor”.

- Estou aqui para servi-los da forma como fora combinado previamente; não é mesmo meu querido amigo Rolim? – “De fato tudo como o combinado” afirmou o Cel Rolim: – “Subam no camelo, vamos nos aproximar da entrada da Pirâmide Cósmica”, murmurou o guia. O camelo abaixou-se, seu ventre tocou o solo, subimos na montaria, e seguimos até próximo da Esfinge que há milênios guarda o sítio das três mais importantes pirâmides do Egito. Foi aí que apeamos da montaria, ali não havia guardas de vigia, só nas proximidades das três pirâmides.

Vi quando o senhor Araken, vou chamá-lo sempre de “o nosso guia”, pois foi assim que ele ultimamente se apresentou à nós, seja lá qual for o seu verdadeiro nome, abaixou-se perto da Grande Esfinge e, fazendo um rápido movimento com os pés e com as mãos moveu a areia que cobria a tampa de um pequeno alçapão que descia para um subterrâneo dando passagem apenas e tão somente a uma pessoa por vez. Ele fez o Cel Rolim descer primeiro, em seguida fui eu, bastante desconfiado, a seguir veio ele com uma enorme lanterna na mão, que mais parecia uma tocha emitindo luz de néon, clareando tudo.

ESTOU DE VOLTA

Ei amigos! estou de volta, quero pedir mil desculpas por ter ficado algum tempo sem novas postagens no meu Blog. Tive um pequeno incidente familiar que me deixou sem poder entrar nesta pagina para atualiza-la. Mas em fim tudo resolvido, vamos em frente porque são muitas as coisas que temos para apresentar neste espaço. Um abraço a todos e continuem divulgando meu Blog entre os amigos. (OMAGODADIALETICABLOGSPOT. COM.)