segunda-feira, 29 de junho de 2009

MEU LIVRO NA WEB.(JESUS O MAGO DA DIALÉTICA).

O MAGO DA DIALÉTICA


O príncipe do Egito, agora na condição de nosso instrutor pediu-nos para que tirássemos nossos cadernos de anotações para que tudo o que fosse dito ou mostrado, jamais fosse esquecido, posicionei-me ao lado do Cel Rolim sempre atento, para não perder nada do que estava acontecendo. Rámoisés bateu seu cajado numa pedra retangular, no mesmo instante, o lado externo de uma grande pirâmide formou-se desenhada neste quadro num alto relevo impressionante, parecia real. A seguir o quadro já exibia como que tomado de uma vontade própria o interior de uma das câmaras da Grande Pirâmide. Percebi que num bloco de pedra desta havia algumas inscrições. O Cel. Rolim ordenou-me; - Leon anote isso, fui anotando, e eis o que estava escrito; - “Não matarás”. O autor do texto não assinava o mesmo, lembrei-me de um dos artigos dos Dez mandamentos de Moisés.

Logo abaixo havia outra inscrição assinada pelo autor que dizia; - “Fuja da glória, da honra ou da vingança adornada pelo sangue” – “Castigai o assassinato, porém jamais mate o assassino: o direito de morte só a Deus pertence”... Emanuel, o Alfa e Omega, aquele que foi e sempre será. Neste momento tomei um choque, foi como se uma descarga elétrica potentíssima houvesse me atingido sem me ferir, lembrei-me instantaneamente de Jesus de Nazaré o Rabi da Galileia. O instrutor segue falando como se estivesse em transe: - A magia da presença desta sublime criatura na terra já vem cercada de mistérios desde épocas anteriores àquela que marca o seu nascimento na modesta gruta que servia de manjedoura lá na pequena Belém da Judeia”. Isaías, um dos maiores profetas do antigo testamento anunciava em suas mensagens entre o ano de 742 e 687 antes de Cristo, como seria o nascimento do Messias, e o profeta da natividade já o identificava pelo nome de Emanuel, assim como toda sua trajetória de vida, até os detalhes de como se daria a sua morte no calvário.

Isaías cap. 7: vers. 14, e seguintes. “Ouvi pois casa de Davi. o senhor vos dará este sinal. eis que uma virgem conceberá e dará à luz um filho, será chamado pelo nome de Emanuel.” “O que significa Deus está conosco”. “Ele comerá manteiga e mel, até que saiba rejeitar o mal e escolher o bem.”

O venerando instrutor encostou o queixo no cajado e com ar de reflexão pergunta; – Pensem comigo, qual é o bem mais precioso de toda existência, aqui ou em qualquer outro mundo onde a vida se desenvolva em toda sua plenitude? Eu não sabia a resposta. Rolim se antecipou dizendo; - Eminente instrutor, creio que o bem mais precioso seja exatamente aquele que foi a razão maior das tuas duas vindas a este orbe como missionário do altíssimo e também da vinda de Jesus na Galileia, que é a defesa da vida, tanto dos humanos quanto a dos animais. – Muito bem Plínio! Exclamou ele satisfeito, é por esta tua sensibilidade infinita que Ziller* não se equivocou quando te escolheu para decifrar os enigmas que envolvem a natureza de Deus na Terra. Era tudo muito surpreendente, mas eu ouvia a ambos simultaneamente não pelos ouvidos, mas dentro do meu cérebro. - O Messias que no mundo maior responde pelo nome de Emanuel, nunca se julgou o único exemplo na defesa da vida, mesmo tendo dado a sua própria vida pela causa, pois inúmeros foram aqueles que pereceram e ainda perecerão sustentando a nobreza deste ideal, porém neste e em outros mundos Emanuel é o mais reverenciado e não sem razão, é conhecido como a mais alta expressão da manifestação Cósmica Divina e também é saudado em todas esferas do Universo como o MAGO DA DIALÉTICA, e o Sermão da Montanha é a prova irrefutável de toda a sua autoridade espiritual assim como da sua mais intima ligação com o altíssimo.

Nenhum comentário: